22 de Julho de 2014

faltam 38 dias


Contagem decrescente em passo rápido e agora sim, 
isto está a ficar divertido! 

Finalmente tenho tempo livre para pensar com calma - e entusiasmo - em detalhes decorativos, pormenores, músicas, roupas, penteados, maquilhagem e o programa para o fim-de-semana todo. Já só me apetecia mesmo era ter AINDA mais tempo e prolongar esta fase boa de preparativos maioritariamente visuais, que são claramente os meus preferidos.


Na semana passada ficou em modo check! o teste de maquilhagem.

Muita luz, contorno escuro para os olhos - afinal de contas é uma festa de fim de dia e noite - e os tons ballet que eu adoro: preto, rosa clarinho, bege e vários pontos de luz que nestas fotografias - à sombra ou com demasiada exposição - não são muito perceptíveis.

Gostei muito, gosto sempre :)

top e pulseira Bimba y Lola ⎪ calções Zara ⎪ fio FIA ⎪ porta-chaves Memmo
da Baleeira e outra marca portuguesa que agora não me lembro (o cordão?)


Kátia Vicente ⎪ MAC Cosmetics
katiavicente6@hotmail.com


21 de Julho de 2014

#inspiredby 3

fachada da Casa dos Bicos
lojas no Príncipe Real
pintura no exterior da Fábrica do Braço de Prata
viaduto da avenida Infanto Santo, Eduardo Nery

Em Lisboa inspira-me , stylisticamente:

  • a fachada da casa dos Bicos;
  • os motivos dos azulejos nos edifícios e os motivos da nossa calçada;
  • a arte urbana espalhada por todo o lado da cidade;
  • as lojas e as pessoas cheias de pinta que passam pelo Chiado, pelo Bairro Alto e pelo Príncipe Real;
  • os azulejos no viaduto da Infante Santo (Eduardo Nery) onde fiz o shoot para a capa do livro TRNPV;
  • as capas dos livros antigos que se oferecem nos quiosques;
  • as lojas na Rua da Escola Politécnica e
  • as retrosarias da Rua da Conceição
… são tantas as fontes que podia ficar aqui mais um par de dias. Experimentem passear pela vossa cidade, pegar no telefone e começar a fotografar os pormenores que vos inspiram; garanto-vos que nunca mais param! 


calçada em frente à Casa dos Bicos
retrosaria da Rua da Conceição
azulejos na Baixa (fachada de prédio)

No Porto - e aqui vocês têm que me ajudar porque não conheço esta cidade como um local - gosto muito de:

  • ver gente gira - e lojas - na Rua Miguel Bombarda;
  • ficar de queixo caído e boca aberta cada vez que entro na Casa de Serralves;
  • passear no Parque da Cidade;
  • andar pelo Cais da Ribeira e
  • andar à deriva pela baixa.

As nossas cidades são verdadeiramente inspiradoras :)

Juntem-se a este projecto com as vossas dicas e da próxima vez já partilho convosco
o MAPA-INSPIRAÇÃO das cidades de Lisboa e do Porto!


Sugestões de spots inspiradores?!


Parte III de uma colaboração com a American Express.

casamentos?


Sugestões para quem ainda vai a festas de casamento este ano e não sabe o que vestir.

Tudo em saldos, tudo na Hoss.




18 de Julho de 2014

#inspiredby 2


Como local propicio à criatividade inspira-me, em Lisboa, o Village Underground - já lá foram? dentro do Museu da Carris? 

Mesmo bom para quem tem como seu escritório as ruas da cidade e precisa de um espaço neutro para se concentrar ou de uma zona comum para partilhar ideias com pessoas inspiradoras.

No meu caso, além da ligação Wi-Fi, do ar condicionado e da paz para 'bloggar' à vontade, adoro também o cenário ultra-colorido para sessões fotográficas. 

Ali qualquer recanto está mesmo a 'pedir' um editorial de revista!


Contem lá 
- para sermos muitos - 
que zonas da vossa cidade vos inspiram a criar?


Parte II da colaboração 'projecto mapa-inspiração' com a American Express.